Portal Criativa - Seja bem-vindo !
  Domingo, 24 de Setembro de 2017                                                                                                                                                           Dúvidas  |  Mapa do Site   

Manual técnico - Servidor LanBr _________________________________


Servidor versão 0.84.1b
Copyright (c) 2004-2013

Última atualização desta página: 16/11/2011

 

 

Antes de instalar o servidor LanBr, é importante saber quais são os requerimentos mínimos recomendados:
  • Distribuição Linux com o Kernel 2.6.x;
  • Processador de 800Mhz;
  • 256Mb de memória RAM;
  • Disco rígido com 4Gb livres, para alocar mais informações de log do sistema e permitir expansões futuras;
  • Observação importante: é recomendado 512Mb e processador acima de 1.4Ghz caso seja utilizada várias aplicações simultaneamente, como servidor de impressão, gravação de CDs, escaneamento, acesso à internet e outros.
Estes requerimentos são reais, não é o caso de alguns softwares que colocam uma configuração mínima ao qual se o usuário rodar poderá testar a sua sanidade :-)  Neste caso a configuração mínima dará plena funcionalidade ao LanBr sem nenhuma limitação, porém, não poderá apresentar a sua total velocidade de execução.

 

 

Após ter conferido os requisitos mínimos do sistema, é chegado a hora de iniciar a instalação e configuração. Este tutorial é divido em duas partes distintas, onde é ensinado a instalar o servidor LanBr nas distribuições Big Linux, Fedora, Mandriva, Ubuntu e Debian, onde deve funcionar também em outras derivadas.

Apesar de mencionarmos estas distribuições e suas derivações, nada impede que o LanBr possa ser utilizado em distribuições diferentes com pequenas adaptações para instalar os pacotes. Deixamos claro que até o momento o Portal Criativa só oferece suporte ao pacote oficial do LanBr para distribuições derivadas do Debian / Ubuntu. O pacote rpm para distros Fedora e Mandriva são oferecidos para promover maior compatibilidade em caráter de testes.

Esteja ciente de que todos os métodos de instalação aqui descritos estão totalmente voltados para usuários que possuem uma conexão à internet ativa e perfeitamente configurada, não sendo o foco explicar como se conectar à internet independente do meio de conexão.

AVISO IMPORTANTE! Em qualquer distribuição Linux é recomendado desligar o recurso de powernow (provido no Ubuntu pelo pacote powernowd), e na BIOS desligar os recursos de SpeedSteep (Intel) ou PowerNow! (AMD), pois o DOSEmu utilizado no servidor LanBr poderá apresentar diferenças de contagem de tempo se a escala do clock do CPU ficar se alterando no meio da utilização do gerenciador.

 

 

Estas instruções a seguir estão voltadas para o Ubuntu a partir da versão 7.10, o que inclui as versões 8.04 (Hardy Heron), 8.10 (Intrepid Ibex) e 9.04 (Jaunty Jackalope). Também deverá funcionar em distribuições Debian ou derivadas que usem o kernel 2.6.x ou superior.

Para iniciar entre em um terminal de textos e digite o comando:

 $ sudo su

Poderá ser perguntado a sua senha de usuário, digite-a para prosseguir no terminal com os comandos:

 # apt-get update
 # apt-get install libslang2 scrot qiv zenity
 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/dosemu-lanbr-ubuntu.deb
 # dpkg -i --force-all dosemu-lanbr-ubuntu.deb

Depois de concluído esta parte da instalação, preste muita atenção agora para executar o DOSEmu antes de instalar o LanBr, para isso basta usar o comando:

 # xdosemu

Executar o DOSEmu é indispensável na primeira instalação do servidor LanBr, para responder "yes" na pergunta que o emulador fará na primeira vez que for executado, caso contrário a entrada ao LanBr não irá acontecer. Depois basta digitar dentro do DOSEmu o comando:

 C:> exitemu

Agora você estará de volta ao terminal do Linux. Faça o download a seguir do pacote do servidor LanBr digitando o comando abaixo:

 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/lanbr-servidor.deb

O arquivo é relativamente pequeno e não deverá demorar para ser baixado. Depois que o download tiver sido concluído prossiga com o comando:

 # dpkg -i --force-all lanbr-servidor.deb

Poderão aparecer algumas mensagens estranhas de erro, basta ignorá-las. Elas ocorrem pois o pacote do servidor LanBr sobrescreve arquivos de outros pacotes.

Agora é recomendável habilitar a chamada do comando sudo sem pedir senha para os executáveis do LanBr. Para isso digite o comando:

 # nano /etc/sudoers

Agora adicione nas duas últimas linhas:

  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/lanbr
  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/xlanbr

Na parte "nome_do_usuario" você deverá colocar o nome do usuário corrente que digitou na instalação do Ubuntu e irá desejar que acesse o LanBr. Salve o arquivo pressionando Ctrl+X.

Para executá-lo dentro do modo gráfico, digite:

 # sudo -H xlanbr

Depois de ver a tela do gerenciador basta configurar o sistema e criar o primeiro administrador. Para ver os detalhes de como criar usuários veja esta sessão do manual do usuário.

 

 

Estas instruções a seguir estão voltadas para as distribuições Fedora, Mandriva e derivados, PORÉM, ainda não são testados profundamente por nossa equipe e não podemos garantir o funcionamento pleno dos pacotes a seguir.

Primeiramente, você precisa ter os seguintes pacotes instalados em sua distribuição: 

- scrot
- qiv
- zenity
   
Depois de instalado os pacotes, você deverá abrir um terminal e executar os comandos abaixo como root:

 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/dosemu-lanbr.rpm
 # rpm -i --force dosemu-lanbr.rpm

Observação: O pacote acima foi gerado através do empacotamento estável do DOSEmu provido pelos repositório do Ubuntu 7.10 e distribuídos pela Canonical, onde deverão funcionar corretamente em distribuições com o Kernel 2.6. Mesmo em distribuições Linux mais recentes a versão do DOSEmu continua sendo a 1.4.0.

Depois de concluído esta parte da instalação, preste muita atenção agora para executar o DOSEmu antes de instalar o LanBr, para isso basta usar o comando:

 # xdosemu

Executar o DOSEmu é indispensável na primeira instalação do servidor LanBr, para responder "yes" na pergunta que o emulador fará na primeira vez que for executado, caso contrário a entrada ao LanBr não irá acontecer. Depois basta digitar dentro do DOSEmu o comando:

 C:> exitemu

Agora você estará de volta ao terminal do Linux. Faça o download a seguir do pacote do servidor LanBr digitando o comando abaixo:

 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/lanbr-servidor.rpm

O arquivo é relativamente pequeno e não deverá demorar para ser baixado. Depois que o download tiver sido concluído prossiga com o comando:

 # rpmi -i --force lanbr-servidor.rpm

Obs.: Poderão aparecer algumas mensagens estranhas de erro, basta ignorá-las. Elas ocorrem pois o pacote do servidor LanBr sobrescreve arquivos de outros pacotes.

Agora é recomendável habilitar a chamada do comando sudo sem pedir senha para os executáveis do LanBr. Para isso digite o comando:

 # nano /etc/sudoers

Agora adicione nas duas últimas linhas:

  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/lanbr
  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/xlanbr

Na parte "nome_do_usuario" você deverá colocar o nome do usuário corrente que digitou na instalação do Ubuntu e irá desejar que acesse o LanBr. Salve o arquivo pressionando Ctrl+X.

Para executá-lo dentro do modo gráfico, digite:

 # sudo -H xlanbr

Depois de ver a tela do gerenciador basta configurar o sistema e criar o primeiro administrador. Para ver os detalhes de como criar usuários veja esta sessão do manual do usuário.

 

 

Estas instruções a seguir estão voltadas para as distribuições Slackware e derivados, PORÉM, ainda não são testados profundamente por nossa equipe e não podemos garantir o funcionamento pleno dos pacotes a seguir.

Primeiramente, você precisa ter os seguintes pacotes instalados em sua distribuição: 

- scrot
- qiv
- zenity

Depois de instalado os pacotes, você deverá abrir um terminal e executar os comandos abaixo como root:

 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/dosemu-lanbr.tgz
 # installpkg dosemu-lanbr.tgz

Observação: O pacote acima foi gerado através do empacotamento estável do DOSEmu provido pelos repositório do Ubuntu 7.10 e distribuídos pela Canonical, onde deverão funcionar corretamente em distribuições com o Kernel 2.6. Mesmo em distribuições Linux mais recentes a versão do DOSEmu continua sendo a 1.4.0.

Depois de concluído esta parte da instalação, preste muita atenção agora para executar o DOSEmu antes de instalar o LanBr, para isso basta usar o comando:

 # xdosemu

Executar o DOSEmu é indispensável na primeira instalação do servidor LanBr, para responder "yes" na pergunta que o emulador fará na primeira vez que for executado, caso contrário a entrada ao LanBr não irá acontecer. Depois basta digitar dentro do DOSEmu o comando:

 C:> exitemu

Agora você estará de volta ao terminal do Linux. Faça o download a seguir do pacote do servidor LanBr digitando o comando abaixo:

 # wget http://www.portalcriativa.com.br/linux_files/lanbr-servidor.tgz

O arquivo é relativamente pequeno e não deverá demorar para ser baixado. Depois que o download tiver sido concluído prossiga com o comando:

 # installpkg lanbr-servidor.tgz

Obs.: Poderão aparecer algumas mensagens estranhas de erro, basta ignorá-las. Elas ocorrem pois o pacote do servidor LanBr sobrescreve arquivos de outros pacotes.

Agora é recomendável habilitar a chamada do comando sudo sem pedir senha para os executáveis do LanBr. Para isso digite o comando:

 # nano /etc/sudoers

Agora adicione nas duas últimas linhas:

  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/lanbr
  nome_do_usuario ALL=NOPASSWD:/usr/bin/xlanbr

Na parte "nome_do_usuario" você deverá colocar o nome do usuário corrente que digitou na instalação do Ubuntu e irá desejar que acesse o LanBr. Salve o arquivo pressionando Ctrl+X.

Para executá-lo dentro do modo gráfico, digite:

 # sudo -H xlanbr

Depois de ver a tela do gerenciador basta configurar o sistema e criar o primeiro administrador. Para ver os detalhes de como criar usuários veja esta sessão do manual do usuário.

 

 

 

Para criar um atalho é necessário que ele tenha esta chamada de comando:

  sudo -H xlanbr

No gerenciador de janelas Gnome, o padrão do Ubuntu, o atalho é chamado de "lançador".

Caso o servidor LanBr não execute pelo atalho, poderá ser necessário adicionar um comando para que o servidor LanBr possa ser chamado como root em modo gráfico, isso poderá acontecer no Ubuntu. Se estiver utilizando o Gnome como gerenciador de janelas padrão, basta ir no atalho "Sistema" -> "Preferências" -> "Sessões", agora na primeira aba chamada "Programas iniciais", clique no botão "Novo" e adicione o comando conforme abaixo:

Nome: servidor LanBr
Comando: xhost +

 

 

Ao instalar o servidor LanBr pela primeira vez a senha de administração inicial padrão é TESTE, escreva-a quando for pedido, não irá aparecer nenhum campo de preenchimento para sua maior segurança. Para alterá-las é só entrar no menu Administração -> Senha Admin. Para maiores detalhes de como cadastrar seu primeiro administrador, veja esta sessão do manual do usuário.
 
É fato que o servidor LanBr é parcialmente escrito em Lazarus somado ao núcleo que roda na plataforma DOSEmu+FreeDOS, mas ele não poderá ser executado em DOS puro ou sob o ambiente Windows.

 

 

Veja esta sessão para saber maiores detalhes de obter uma validação para seu LanBr Light ou EX.

 

 

  • Cadastrar clientes com os seguintes dados: nickname (apelido), nome, endereço, cidade, estado, e-mail, data de nascimento (com cálculo automático de idade), RG, CPF, escola, turno, nome do responsável, RG do responsável, CPF do responsável e categoria do cliente. 
  • Configuração de turno escolar para emitir alertas para menores de 18 anos ou impedir seu acesso ao estabelecimento.
  • Alterar o valor cobrado por hora de acordo com os dias da semana (ainda não por horários no mesmo dia).
  • Busca rápida de clientes direto na tela.
  • Fila de espera.
  • Efetuar login nas estações.
  • Acessar os arquivos das estações via SSH.
  • Efetuar venda de banco de horas com conversão imediata de crédito em tempo (sem devolução de crédito - somente LanBr EX).
  • Configuração de tipos de bancos de horas promocionais com valores, tempo e nomes distintos (somente LanBr EX).
  • Descontos oferecidos para clientes de categorias distintas.
  • Senha administrativa.
  • Auditoria de banco de dados de clientes.
  • Cadastro de usuários do sistema com permissões e senhas avulsas por usuário.
  • Controle de até 48 estações simultaneamente (no LanBr Free até 16 estações).
  • Iniciar uma sessão de uso na estação com modos pós-pago ou pré-pago.
  • Guardar na conta ou devolver o crédito do cliente no modo pré-pago.
  • Adicionar crédito e efetuar o pagamento de contas.
  • Fecha a estação automaticamente ao terminar o banco de horas ou crédito do cliente no modo pré-pago.
  • Marcar valores para clientes cadastrados na categoria adequada.
  • Controle de estoque.
  • Efetuar vendas na estação ou balcão.
  • Marcar vendas no balcão ou utilizar o crédito do cliente para efetuar a venda.
  • Enviar mensagem para a estação do cliente.
  • Enviar mensagem geral para todas as estações simultaneamente.
  • Envia automaticamente um aviso quando falta 5 minutos para acabar o tempo do cliente.
  • Desligar ou reiniciar as estações remotamente.
  • Fecha os principais aplicativos ao finalizar a sessão.
  • Relatórios financeiros com valores avulsos de gastos por estação.
  • Relatórios financeiros com valores das vendas e acertos acumulados no período.
  • Controle de caixa com relação das operações do dia e período.
  • Fechamento e abertura de caixa por turno.
  • Log geral do sistema com as operações realizadas conforme a conta do usuário com diversos filtros de visualização.
  • Diversos filtros para acessar as operações de venda, consulta de clientes, relatórios de operações e caixa.
  • Pode exportar clientes, relatórios, caixa e outros para o formato CSV, permitindo o uso na maioria das planilhas de cálculo conhecidas.
  • Detectar automaticamente as estações sem a configuração de IPs.
  • Atualização automática via internet.

 

  • O refresh da posição do mouse pode não ocorrer, com isso será gerado blocos gráficos em volta do cursor.
  • Apesar de constarem na tela, nem todos os ícones são funcionais e tem os recursos implementados.
  • A configuração da sensibilidade do mouse apresenta problemas e funciona apenas em alguns microcomputadores.
  • O preço por hora está fixo apenas por dia, se caso o dia venha a ser mudado no momento (com a virada da noite), os preços irão mudar de forma não acumulativa, isto é, toda a hora consumida pelo cliente passará para o novo preço sem acumular a diferença do preço anterior.
  • Os ícones podem piscar devido ao refresh total da tela usar instruções de 16 bits sem buffer de vídeo.
  • Até o presente momento apenas 48 estações podem ser controladas pelo LanBr.

 

 

  • Se for a sua primeira instalação do servidor LanBr, o sistema do DOSemu poderá não entrar corretamente. Para isso use o comando dosemu, se estiver em texto puro ou o comando xdosemu se estiver dentro de um servidor gráfico, agora o DOSemu irá lhe fazer uma pergunta, basta confirmar e ao entrar no sistema saia com o comando exit. O servidor LanBr agora funcionará normalmente pois não irá ficar esperando a pergunta da primeira instalação do DOSemu.
  • Evite placas de vídeo antigas ao utilizar o LanBr em modo console, vídeo onboard só se for placas mãe recentes. Recomendamos chipsets da NVidia, a partir do TNT. Placas de vídeo mais antigas com algumas combinações de monitores poderão resultar na perda da frequência do monitor, não exibindo assim a tela gráfica do LanBr. Se executar o LanBr junto ao servidor X isso não ocorrerá.
  • Para obter uma performance melhor de vídeo ao usar o servidor X junto ao servidor LanBr, recomendamos o uso de uma placa que possua aceleração 2D plena para Linux, como Intel, Nvidia ou ATI.
  • Evite alterar o preço dos dias ou mudar o desconto por categoria de clientes enquanto as estações estiverem em pleno funcionamento, os valores já pagos no modo pré-pago e o tempo relativo ao valor não serão modificados. Apenas o modo pós-pago é afetado ao mudar os preços e descontos ao estar ativo no momento.
  • Ao utilizar o LanBr em modo de console puro, se ao sair do DOSEmu o monitor sair da faixa de frequência e ficar sem imagem ou corromper o modo de texto, tente executar o comando lanbr para entrar no LanBr novamente, caso o problema persista pode ser incompatibilidade com a placa de vídeo ou um bug já conhecido do DOSEmu, que  não devolve o modo de vídeo anterior ao sair do programa. Uma das soluções é não usar o terminal de texto em modo gráfico ou bootsplash, se estiver usando o lilo basta usar a configuração "vga=normal". O uso do framebuffer e DOSEmu simultaneamente causa este problema em algumas placas de vídeo.

 

 

Antes de reportar um bug ou contribuir com idéias, leia o changelog, bugs conhecidos e recursos a serem implementados.

 

Índice _____________________________________

Requisitos do sistema
Instalação do servidor LanBr
Instalando no Debian, Ubuntu e derivados
Instalando no Fedora, Mandriva e derivados
Instalando no Slackware e derivados
Executando o LanBr e criando um atalho
Detalhes sobre o servidor LanBr
Como obter uma validação para o LanBr Light ou EX
O que o servidor LanBr pode fazer até o momento
Bugs e problemas conhecidos
Dicas caso não rode ou funcione estranhamente
Dúvidas ou problemas ao instalar
Mudanças no sistema (changelog)

 

Veja também _____________________________

LanBr
Manual do usuário - LanBr
Manual técnico - Cliente LanBr
LanBr - Como obter

Contato  |  Dúvidas  |  Mapa do Site  |   LanBr

Portal Criativa ® 2003-2017 - Todos os direitos reservados
Na caixa dizia "Requer sistema Windows ou superior", então instalei o Linux.

Website desenvolvido por Adriano Santos
Conteúdo melhor visualizado acima de 1024x768 pixels e 32bits de cores